13 Fatos curiosos: pinguins

175 Visualizações

Nossa nova série sobre Fatos Curiosos começa com os pinguins, pequenos seres vestidos com smoking super adaptáveis. Confira

Pinguins são aves super fáceis de reconhecer – mesmo que a espécie nem seja aquela de smoking. As pequenas aves típicas de climas frios no hemisfério sul são sociáveis – e rendem lindas fotos na natureza – e se adaptam bem a temperaturas extremas e se mantêm aquecidos e fofos.

– Existem várias espécies de pinguins! São cerca de 17, como os Aptenodytes, Pygoscelis e Eudyptula.

– Pinguins tinham asas e podiam voar, mas durante a evolução as asas foram adaptadas para nadadeiras, para suprir a necessidade de viver em ambientes aquáticos.

– Etimologicamente, pinguim não deriva de nenhuma palavra inglesa, francesa, espanhola, ou qualquer outra vinda do latim. O mais próximo descoberto é a referenciado ao holandês e inglês após exploradores europeus descobrirem as aves ao sul (já que pinguins são nativos desta região): “pen gwyn”, que significa cabeça branca em galês.

– Pinguins tem um andar desajeitado? Pode até ser, mas são bem eficientes submersos: eles podem se mover a uma velocidade total de 6 a 12 km/h. Eles também podem mergulhar em grandes profundidades: até 565 metros por 22 minutos.

– E são eficientes mesmo em terra, usando a cauda para se equilibrarem. Em terrenos mais rochosos usam os dois pés para pular e se movem no estilo “tobogã”, deslizando de barriga para baixo, para economizar energia.

– Os seus predadores não são terrestres. Mas no mar… As morsas, baleias orcas, cobras e tubarões são bem perigosas para essas aves.

pinguins

– Pinguins são bem amigáveis com seres humanos e isto, de acordo com cientistas, se deve à ausência de predadores em terra.

– Pinguins da espécie imperador vivem em simbiose, cuidando em igual medida dos ovos produzidos. Fêmea e macho se revezam para mantê-los aquecidos enquanto um sai a procura alimento.

pinguins

– Algumas espécies de pinguins acasalam para toda a vida, enquanto outras só se acasalam por uma temporada.

– Quando um casal perde um ovo, às vezes, tentam “roubar” outro de seus companheiros de colônia. Mas isso quase nunca dá certo, já que sempre um dos pais está aquecendo-o.

– Pinguins são carnívoros e caçam qualquer vida marinha que possam comer. Algumas espécies podem se alimentar de peixes, lulas, camarões, caranguejos e etc. Esta dieta tem um nome específico: piscívoro.

– Um pinguim selvagem pode viver de 15 a 20 anos. E 75% desse tempo é passado no mar.

– São criaturas bem solidárias. Como na Antártida a temperatura pode chegar a -60ºC, é normal encontrar “montinhos” de pinguins em busca de calor: um fica no centro rodeado por outros para se aquecer. Este esquema é feito por revezamento, assim todos podem ser beneficiados.