Mobilidade urbana: Copenhague aposta em ciclovias suspensas

449 Visualizações

 

Reprodução / Classic Copenhagen Até o final do ano, a capital da Dinamarca quer se tornar a melhor cidade do mundo para quem pedala.

Conhecida pela sua grande quantidade de ciclistas – aproximadamente 5,2 bikes para cada carro –, Copenhague, capital da Dinamarca, criou uma alternativa inteligente para resolver os problemas enfrentados pelas pessoas que passavam de bicicleta na região e incentivar ainda mais o uso do meio de transporte no dia a dia.

No meio dos grandes prédios, a cidade construiu uma ciclovia suspensa, que liga a avenida Fisketorvet até Harbour Bridge. A Cykelslangen (algo como “serpente das bicicletas” em tradução livre) permite que os ciclistas trafeguem com segurança e de maneira mais rápida.

Na região em que foi erguida, era comum ver pessoas carregando as bicicletas nas costas para subir e descer escadas de passarelas ou optando por caminhos perigosos e muito mais longos.

Percurso com belas paisagens

Com quatro metros de largura, o viaduto é bidirecional e possui 235 metros de comprimento. Apesar de ter sido feita para facilitar a vida dos ciclistas, é comum ver pessoas caminhando por ali.

Além da facilidade e da segurança, o caminho curvilíneo é maravilhoso e bonito. Agora a capital dinamarquesa conta com 459 km de ciclovias e promete muito mais para os próximos anos.

Reprodução / Classic Copenhagen O ciclista que passar pelo novo trajeto poderá admirar uma bela vista.

Isso porque, por ser o principal meio de transporte da cidade, o governo investe constantemente em soluções estruturais para a segurança do ciclista, como a construção de pontes, passagens e vias exclusivas que permitem que as pessoas se locomovam com rapidez, segurança e prazer.

Para os moradores pedalar é tão natural quanto caminhar. Dessa forma, a maioria não se vê ou se caracteriza como ciclista e, sim, como cidadão que se locomove para os destinos usando o modo mais rápido e mais flexível de transporte, o que a bicicleta cumpre na maioria dos casos.

Cidade quer ser a melhor do mundo até o fim deste ano

A Cykelslangen faz parte da estratégia da capital para se tornar a melhor cidade para pedalar no mundo até o final de 2015. A meta é que 50% de todas as viagens para o trabalho e escola/faculdade possam ser feitas de bicicleta até a data.

Já para 2025, a meta é de que 90% dos ciclistas de Copenhague se sintam seguros no trânsito e que haja redução de 15% no tempo de viagem.

Reprodução / Classic Copenhagen A Cykelslangen permite que os ciclistas trafeguem com segurança e de maneira mais rápida.